O meu Test Drive com o Mégane E-TECH 100% Elétrico

Leia este artigo em: 3 mins
15.11.2022

Não sou de todo uma profissional que testa veículos para uma empresa automóvel ou mesmo para futuros compradores. Na verdade, sou apenas uma amante pelo conceito de mobilidade elétrica, pelos inúmeros benefícios que traz ao meu bem-estar e ao meio onde todos vivemos. E, por isso, aceitei o convite da Renault para fazer o meu Test Drive com o novo Mégane E-TECH 100% Elétrico!

O ZOE é atualmente o meu carro – é com ele que me desloco dentro da cidade de Lisboa, mas também para longas distâncias. Pela sua autonomia – 350 KM – e número de postos de abastecimentos (cada vez mais e melhor), ter um carro 100% elétrico deixou de ser um desafio para mim.

Apesar disso, e como embaixadora da mobilidade elétrica da Renault, volta e meia tenho o privilégio de conduzir toda a gama 100% elétrica! E é neste contexto que surge o meu fim-de-semana no Alentejo à boleia do novo Megane E-Tech 100% Elétrico.

Recordo-me que quando fui a Roland Garros, a convite da Renault, assistir a um jogo de ténis, fiquei de olho neste Mégane. Tive a oportunidade de o ver e de me sentar dentro da viatura. Sempre o achei bonito: futurista e muito minimalista. Na altura, o que mais me chamou à atenção foi saber que o interior do carro conta com mais de 12Kg de materiais reciclados e que 95% do mesmo é reciclável.

O prazer de conduzir um carro 100% elétrico

Descobri com o meu Zoe – e confirmo com o novo Megane: não há nada melhor do que a sensação de conduzir um carro elétrico! Para mim, é quase uma terapia. Não posso dizer que escuto o silêncio, mas posso afirmar que escuto paz e serenidade tendo em conta que, à nossa volta, temos uma cidade barulhenta, corrida e apressada. Eu entro no Mégane e a primeira coisa que faço é escolher o meu modelo preferido de condução. Tenho o ECO, o SPORT e o COMFORT. Escolho sempre de acordo com a viagem que vou fazer e o meu estado de espírito. E depois é seguir.

Autonomia e bateria

Ora aqui está um ponto importante para mim: a autonomia e o custo de carregamento.

Este Megane tem 450 Km de autonomia e, se carregar em casa com a tarifa bi-horário, gasto cerca de 2,50 por cada 100km.

Tem várias velocidades de carregamento da bateria para evitar a ansiedade da mesma, ou seja, como carrega a 130kW consegue-se recuperar 200kms de autonomia em auto estrada em cerca de 20m.

Hey Google!

Isto sim é algo maravilhoso. O ecrã (de 24 polegadas) tem incorporado o Google Assistant. Ou seja, basta dizer “Hey Google”  e partilhar o que preciso. Por exemplo, se eu disser que tenho frio ou calor ele vai regular o AC do carro! Até lhe posso perguntar “quem é o Presidente da República?” que ele vai dizer-me. Na verdade tenho um Google ao meu dispor para tornar a minha experiência ainda mais completa e confortável.

Outras características que gostei e me chamaram a atenção:

  • Espelho retrovisor normal. Mas se carregar no botão, funciona como um ecrã que passa a imagem de uma câmara com ótima resolução instalada na traseira;
  • Sistema de travagem de emergência em marcha atrás (ou seja, se fores a fazer marcha atrás e estive lá um obstáculo que tu não vejas, o carro trava por ti);
  • Cruise control adaptativo com reconhecimento de sinais de estrada que permite, por exemplo, que venhas com o cruise control programado para 70 e se chegares a uma rotunda com sinal de 40 km/h ele trava por ti automaticamente.

Há todo um modo de vida que faz com que me sinta plena, equilibrada e em paz. Traz-me uma harmonia única que prezo e pela qual quero lutar sempre. É por isso que tudo conta para mim! Desde a minha comida, à forma como me relaciono, ao carro, aos objetos que me rodeiam.

A minha sugestão : façam também um Test Drive 😉 É p’ra ficar In Love!

Saibam tudo sobre o novo Renault Megane E-Tech 100% elétrico, aqui.

Eu, Isabel

A Isabel nasceu a 8 de maio de 1986 e é natural de Santa Maria de Lamas. Licenciou-se em Ciências da Comunicação, pela Universidade Nova de Lisboa, e fez uma pós-graduação em Cinema e Televisão pela Universidade Católica. Fez um curso de Rádio e Televisão no Cenjor e foi o seu trabalho como jornalista e produtora de conteúdos na Panavídeo que a levou para a televisão, em 2011. Durante 10 anos apresentou programas de entretenimento e, de forma intuitiva e natural, percebeu que aquilo que a move é a criação de conteúdos que inspirem, motivem e levem os outros a agir. Tem uma paixão enorme por comunicar e tudo o que comunica está intimamente ligado a uma vida natural carregada de energia, alegria e simplicidade.

É autora dos livros “O Meu Plano do Bem”, “A Comida que me Faz Brilhar”, “Eu sei como ser Feliz” e da coleção de livros infantis “Vamos fazer o Bem”.

Descobriu a paixão pela corrida em 2015, em particular pela distância da Maratona – 42.195m. Tem o desejo de completar a “World Marathon Majors” que inclui as 6 maiores Maratonas do Mundo. Já correu Londres, Boston, Nova Iorque e Berlim.

Esta vontade de gerar um impacto positivo nos outros levou-a a criar novas áreas de negócio, como um ginásio de eletroestimulação – o Efit Isabel Silva – uma marca de snacks saudáveis, a IncríBel e a VOA.

A 14 de Dezembro de 2016 lançou o blogue Iam Isabel e que hoje, numa versão mais madura, mas igualmente alegre e enérgica, é o canal DoBem.