Como eu crio os meus looks quase sem gastar dinheiro em roupa nova

Aos 33 anos, cheguei a uma fase em que olho com cada vez mais consciência para todos os aspetos da minha vida. No guarda-roupa, percebo que “menos é mais” e que mais do que estar sempre a comprar — embora continue a gostar de fazer compras —, prefiro reutilizar os meus looks e dar uso a tudo o que tenho cá em casa.
Eu, Isabel Eu, Isabel
Leia este artigo em: 2 mins
17.02.2022

Muitas vezes, para criar looks incríBeis só precisamos de uma coisa: criatividade. É abrir o roupeiro, olhar para as peças e perceber como é que elas podem ser conjugadas entre si para lhes dar uma nova vida. É por isso que este look da “My Cleonice” é tão especial para mim.

Quando inaugurei o meu E-FIT Isabel Silva já vos tinha explicado porque é que adorava esta marca. Além de ser 100% portuguesa — as peças são todas feitas numa fábrica pequena em Lisboa —, a My Cleonice utiliza sempre materiais sustentáveis e os tecidos são, muitas vezes, sobras de materiais de fábricas maiores que de outra forma acabariam num aterro. Podem encontrar as peças deles à venda tanto no site da The Fair Bazaar — vejam aqui o site — como na Embaixada, no Príncipe Real.

Gosto de tal forma desta marca e das peças minimalistas, simples e intemporais, que não me canso de usar estes conjuntos nas mais variadas situações. As calças que usei no dia de inauguração do E-FIT já me acompanharam, com um outro top da “My Cleonice”, no casamento de um dos meus melhores amigos, por exemplo. Até cheguei a partilhar um desses looks completo no meu Instagram.

Já este conjunto, que parece um vestido, é outro daqueles que tenho usado e hei de continuar a usar até me cansar. Mais uma vez, é dos mais simples que tenho e que posso usar em várias ocasiões e com várias outras peças.

Adoro vesti-lo completo, porque dá a ilusão de ser um vestido e, nesse caso, posso usar umas sapatilhas, para um conjunto mais descontraído, como fiz neste dia, ou com uns saltos para um evento ou situação mais formal.

A vantagem de ser um conjunto, e não um vestido, é que posso usar o top, que é totalmente aberto nas costas, com um par de calças à escolha, com uma saia, uns calções, enfim, o que quiser, em vários looks. Outra das coisas boas deste conjunto é que, como é liso, sou totalmente livre de arrojar na parte de baixo, como fiz com estas calças que podem ver nas fotografias.

Já a saia, usei com esta camisola da Max Mara que já tenho há anos, mas que continua nova e bonita. Estas sapatilhas da New Balance também têm o mesmo tom da camisola, por isso ficam mesmo bem neste look. Têm a particularidade de serem de corrida, as Zante — podem encontrar aqui —, mas a verdade é que as acho tão bonitas, delicadas e leves que ando com elas no dia a dia.

Malta, estão a ver como não precisamos de muito para criar look novos e bonitos? É só termos as peças certas e, claro, imaginação. Da próxima vez que fizerem compras, pensem nisso.

AGRADECIMENTOS

The Fair Bazaar

Sparkl

FOTOGRAFIA

Joana Lemos

Eu, Isabel

A Isabel nasceu a 8 de maio de 1986 e é natural de Santa Maria de Lamas. Licenciou-se em Ciências da Comunicação, pela Universidade Nova de Lisboa, e fez uma pós-graduação em Cinema e Televisão pela Universidade Católica. Fez um curso de Rádio e Televisão no Cenjor e foi o seu trabalho como jornalista e produtora de conteúdos na Panavídeo que a levou para a televisão, em 2011. Durante 10 anos apresentou programas de entretenimento e, de forma intuitiva e natural, percebeu que aquilo que a move é a criação de conteúdos que inspirem, motivem e levem os outros a agir. Tem uma paixão enorme por comunicar e tudo o que comunica está intimamente ligado a uma vida natural carregada de energia, alegria e simplicidade.

É autora dos livros “O Meu Plano do Bem”, “A Comida que me Faz Brilhar”, “Eu sei como ser Feliz” e da coleção de livros infantis “Vamos fazer o Bem”.

Descobriu a paixão pela corrida em 2015, em particular pela distância da Maratona – 42.195m. Tem o desejo de completar a “World Marathon Majors” que inclui as 6 maiores Maratonas do Mundo. Já correu Londres, Boston, Nova Iorque e Berlim.

Esta vontade de gerar um impacto positivo nos outros levou-a a criar novas áreas de negócio, como um ginásio de eletroestimulação – o Efit Isabel Silva – uma marca de snacks saudáveis e a VOA.

A 14 de Dezembro de 2016 lançou o blogue Iam Isabel e que hoje, numa versão mais madura, mas igualmente alegre e enérgica, é o canal DoBem.