Guia prático para cortares as unhas do teu cão

Tantas vezes esquecido ou temido pelos donos, o corte de unhas é um tema essencial na vida do teu cão! Fica a saber mais sobre os cuidados com as unhas do teu cão e a importância que têm para o seu bem-estar.
Do Bem Do Bem
Leia este artigo em: 4 mins
23.05.2022

Apesar de muita gente não saber: cortar as unhas do teu cão é essencial para a sua saúde. É claro, que se tiveres um cão muito ativo, que passeie pelo menos três vezes por dia, não o tens de fazer, pois as unhas acabam por se desgastar por si próprias.

Para te ajudar neste tema, deixamos-te cinco perguntas essenciais sobre as unhas do teu cão, com as respetivas respostas.

Mas atenção: se não te sentires confortável em cortá-las, deves pedir ajuda a um profissional para prevenir possíveis complicações!

Quando é que precisas de cortar as unhas ao teu cão?

Em primeiro lugar, é importante que percebas que é crucial cortar as unhas do teu cão, quando estas se tornam muito compridas. Isto acontece, assim que começas a ouvir o seu som a tocar no chão.

Quais os riscos associados a unhas demasiado compridas?

Cães com unhas compridas adotam, desde logo, uma postura incorreta nas patas, o que pode causar dor e até inflamação. Além disso, também contribuem para um desgaste precoce das articulações e para problemas na coluna.

A pressão no leito ungueal (parte de baixo das unhas) pode, ainda, causar desconforto, fazendo com que o teu cão não tenha tanta mobilidade na pata. Por outro lado, isto influencia de forma negativa a sua coordenação.

A juntar a todos estes fatores, se o teu cão for um “comunicador nato”, ao ter as unhas compridas pode acabar por arranhar as pessoas ao cumprimentá-las.

Como cortar as unhas ao teu cão?

Como já te dissemos anteriormente, o ideal é que esta tarefa seja feita por um profissional. De qualquer forma, se te sentires capaz de o fazer, avança! Ainda assim, percebe que o ideal é limar as unhas do teu cão, porque assim corres menos riscos de o magoar.

No que diz respeito à frequência, esta depende do teu objetivo:

  • Se quiseres recuar o sabugo do teu cão, o ideal seria de 2 em 2 ou de 3 em 3 dias. Porém, convém que observes as suas unhas e avalies as suas necessidades específicas;
  • Se o objetivo não é recuar o sabugo, o mais importante é que estejas atento a quando as unhas tocam no chão.

É claro, que podes sempre juntar os dois: limar e cortar as unhas, porque, ao fazeres o corte com um corta unhas, vais criar arestas afiadas, correndo o risco de poderem arranhar. Assim, é importante limá-las.

Em suma, limar regularmente é o método mais correto,embora seja mais demorado em comparação ao corte de unhas.

Mas se preferires utilizar apenas um corta unhas para cães, deves cortar apenas a ponta e só depois as lascas no topo e de lado. Caso recorras a esta técnica, é aconselhável que cortes as unhas do teu cão de 15 em 15 dias, ou sempre que estejam demasiado compridas.

Já no que diz respeito à manutenção das unhas do teu cão, esta deverá ter uma atenção especial ao sabugo, que não pode ser cortado, uma vez que contém diferentes nervos e vasos sanguíneos. Mas calma, se cortares, acidentalmente, o sabugo deves desinfetar o local e estancar a hemorragia.

Se fizeres uma manutenção de 2 e 2, ou de 3 em 3 dias poderá dar origem ao recuo natural do sabugo, sem ser necessário anestesiar, cortar ou cauterizar.

De que material necessito?

  • Limas de unhas de gel, as mais grossas (80/120);
  • Corta-unhas bem afiado;
  • Bons snacks – úteis para fazer uma boa associação com o manuseamento;
  • Pó hemostático – serve para estancar sangramentos;
  • Caneta hemostática – serve também para estancar sangramentos.

Que conselhos práticos deves ter em mente para o corte de unhas?

O principal conselho que te podemos dar é que habitues o teu cão desde cedo ao manuseamento necessário para o corte de unhas, que deve ser sempre associado a coisas positivas. Infelizmente, muitas vezes, esta tarefa é encarada, tanto por ti como pelos cães, com bastante desconforto e insegurança.

Por exemplo, podes dar ao teu cão o seu brinquedo favorito no momento em que te preparas para lhe cortas as unhas, ou podes guardar um snack especial para este momento. Desta forma, o teu cão vai associar o corte de unhas a algo positivo, tornando a tarefa mais fácil e agradável.

Ainda a este nível, para facilitar a tarefa, escolhe um momento em que o teu cão esteja tranquilo e relaxado e evita chatear-te com ele no caso de não se estar a comportar da maneira que querias. O mais importante é que o teu cão não crie uma associação negativa com o momento de cortar as unhas.

E enquanto o teu cão for pequenino, apesar de não ser necessário cortar-lhe as unhas, deves fingir que estás a desempenhar essa tarefa, para que ele se habitue aos instrumentos e ao manuseamento da pata.

Por último, frisamos novamente, que, no caso de não te sentires confortável para cortar as unhas do teu cão, deves recorrer aos serviços dos profissionais mais indicados para este efeito. Fala com o médico veterinário para te ajudar da melhor maneira possível.