empadão de batata-doce

Alimentação

Tenho a receita perfeita para o vosso conBíbio de domingo: o meu empadão de batata-doce

Anotem os ingredientes, vão as compras e preparem um dos pratos mais famosos do meu último livro.

Sexta-feira santa é sinal de que só faltam dois dias para a Páscoa. E, este ano, a Páscoa vai ser bem diferente do habitual porque muitos de nós não vamos poder partilhar este momento com a nossa família e amigos. Se não estivéssemos sob estado de emergência, muito provavelmente estaria neste momento a caminho de Santa Maria de Lamas para passar a Páscoa com os meus pais, os meus avós, tios e primos. De preferência, a comer um prato bem português, como o meu empadão de batata-doce.

Certamente que muito de vocês também tiveram de mudar os vossos planos para esta Páscoa, mas o conBíbio vai sempre acontecer, mesmo que seja através de uma videochamada com a família e os amigos. E por esta altura, muitos de vocês estão-se a questionar sobre o que vão preparar para tornar esta Páscoa especial. Tenho a receita perfeita para vocês, e é bem portuguesa: o meu empadão, que partilhei no meu terceiro livro.

Quem não adora um belo empadão? É um prato muito português e que a mim remete para a minha infância. Nos refeitórios das escolas, todas as semanas havia empadão. A junção das lentilhas (leguminosa) com a batata-doce fica uma delícia.

Claro que não poderia ser um empadão qualquer, porque tinha de o preparar ao meu jeito, como mostro no meu livro. Este é um empadão feito com puré de batata-doce e lentilhas, uma leguminosa rica em proteína, que ajuda a fortalecer o sistema imunitário, a tratar a anemia e cuidar da saúde do intestino. Já vos falei do quanto é importante ter o intestino a funcionar bem, lembram-se desse artigo? Além disso, escolhi a batata-doce por ter o dobro da fibra da convencional.

Tomem nota da receita e, depois, partilhem comigo algumas fotografias do vosso conBíbio da Páscoa. O meu vai ser bem caseirinho, com o meu Caju, mas certamente que vamos ter tempo para falar com a família.

Empadão de Batata-Doce

Para o puré

— 1,3 kg de batata-doce
— Um terço de chávena de água
— 3 colheres de sopa de azeite
— Sal q.b.
— Pimenta-preta q.b.
— Noz-moscada q.b.

Para o recheio

— Meia chávena de lentilhas verdes/castanhas (70 g), demolhadas por 6-12 h
— Uma cebola roxa picada
— Um dente de alho picado
— 350 gramas de cogumelos laminados
— 240 gramas de tomate aos pedaços
— Uma colher de chá de mostarda de Dijon
— Azeite q.b.
— Sal q.b.
— Pimenta-preta q.b.
— Paprica q.b.

Preparação:

Lavar a batata-doce e colocar a assar, inteira e com alguns golpes, no forno pré-aquecido a 180 °C, durante 45 minutos ou até amolecer. Ao mesmo tempo, colocar as lentilhas a cozer, também durante 45 minutos.

Numa taça média ou prato fundo largo, esmagar a polpa da batata-doce já cozinhada e adicionar os restantes ingredientes para o puré. Envolver e reservar.

Fazer um refogado com a cebola roxa e o alho e saltear os cogumelos durante cerca de 10 minutos. Temperar, juntar o tomate, as lentilhas já cozidas e a mostarda e deixar cozinhar por mais 5 minutos.

Numa travessa, espalhar o salteado no fundo. De seguida, colocar o puré por cima, distribuindo-o uniformemente. Levar o empadão ao forno, pré-aquecido a 180 °C, durante 1 hora ou até que a superfície comece a tostar.