máscaras

Sustentabilidade

Máscaras e luvas descartáveis são para deitar no lixo, não na reciclagem. Saiba como fazer

A reciclagem deve ser normalmente a opção prioritária para os resíduos, mas não no caso dos descartáveis que nos protegem da COVID-19. Como deve então tratar devidamente estes materiais perigosos?

Apesar de as máscaras de pano reutilizáveis estarem a ganhar uma crescente procura, as descartáveis continuam a ser usadas e são uma das opções viáveis e obrigatórias para uso em espaços fechados. Mas quer as luvas, máscaras, viseiras ou fatos, podem ser alvo de infeção e, por isso, a Polícia de Segurança Pública (PSP) transmitiu um alerta para a necessidade de tratar “máscaras e viseiras, bem como outros equipamentos de proteção, como fatos ou luvas”, como resíduos perigosos.

Uma vez que a eliminação destes resíduos “obedece a regras estritas”, a PSP já está a planear uma operação de fiscalização: primeiro feito junto dos cidadãos e espaços produtores de resíduos (comércio, unidades de saúde e outros) e também junto de pontos de recolha, transportadores e operadores/gestores de resíduos perigosos, especificou a PSP num comunicado divulgado esta quarta-feira, 6 de maio.

Esta medida surge no âmbito da Operação Planeta Azul — uma operação de proteção e preservação do ambiente desencadeada pela Europol em todos os países da União Europeia. No entanto, para além dos produtores e gestores de resíduos perigosos que devem seguir as boas práticas, enquanto cidadãos, como é que devemos então tratar os resíduos?

Retirar as máscaras e luvas descartáveis

Antes de deixar no lixo, é fundamental salvaguardar-se dos riscos de infeção e para isso deve saber como remover os materiais de proteção da cara ou do corpo. No caso da máscara, estes são os passos recomendados pela Direção-Geral de Saúde (DGS):

  • Lavar as mãos com água e sabão ou solução à base de álcool;
  • Retirar a máscara apenas segurando nas linhas de suporte/elásticos;
  • Manter a máscara longe do rosto e da roupa, para evitar tocar em superfícies potencialmente contaminadas da máscara;
  • Colocar a máscara no recipiente adequado e lavar novamente as mãos.

Já para as luvas os procedimentos são diferentes e estão explicados num vídeo que se tornou viral de um paramédico espanhol. Veja como fazer.

No que diz respeito às viseiras ou fatos os cuidados também devem ser redobrados, devendo evitar tocar na cara ou em superfícies ao mesmo tempo que retira estes materiais.

Já livre dos equipamentos de proteção, o processo é simples: coloque estes resíduos descartáveis já usados no lixo comum e “em recipientes de tampa fechada”, de acordo com a PSP. A reciclagem neste caso não é uma opção, uma vez que se trata de material considerado perigoso e que pode transmitir a COVID-19.