Shopping

Treethis. A marca que planta árvores por cada pessoa que quiser ser sustentável

A treethis é a marca de uma família "greenie" que quer ajudar outros a caminhar para a sustentabilidade. Fomos saber como tudo começou.

“Back to the basics” é uma expressão que ouvimos cada vez mais nos dias de hoje. No fundo, queremos “voltar” aos modos de vida mais básicos que conhecemos, seja na alimentação, ou em casa.

Foi com este mote, aliando os “basics” à vida que levamos hoje, que Rita Nascimento e João Antunes lançaram a treethis em março deste ano entre “medos e dúvidas” devido ao contexto de pandemia envolvente, mas certos de que queriam “despertar as pessoas para o impacto das nossas ações”, diz o casal à dobem. Contudo, este projeto começou muito antes de 2020. Já nos tempos de faculdade, Rita, de 31 anos, e João, de 33 anos, interessavam-se por questões sociais e tinham vontade de ter impacto na sociedade, mas a reviravolta para hábitos mais sustentáveis só aconteceu em 2014.

“Decidimos mudar gradualmente a forma como vivíamos. ‘Back to the basics’ foi o mote que nos impulsionou”, reforçam. Nesta altura começaram a fazer workshops, a ouvir podcasts, a ler e a beber de fontes reais: falaram com várias pessoas que já tinham passado pelo mesmo processo.

Neste caminho para a sustentabilidade, deixaram de estar sozinhos. Os filhos Manuel, de 4 anos, e Joaquim, de 2, já cresceram a zelar pelo mundo e desde então que, em família, têm experimentado progressivamente novos desafios para alcançar uma vida mais sustentável.

Entretanto, quiseram também ajudar outras pessoas a seguir o seu próprio caminho para a sustestentbildiade, começando assim a “experiência que hoje tem um nome e uma marca”, a treethis — que vende produtos sustentáveis, como beeswraps ou pasta de dentes em comprimido.

Porquê treethis?

“Estava claro que queríamos ajudar os outros a tomar consciência e ao mesmo tempo ter um impacto efetivo no mundo através da plantação de árvores”, explicam os fundadores.

“O nome treethis surge dentro deste contexto, compensando e transformando tudo o que fazemos na plantação de árvores”, acrescentam.

Isto porque, por cada pessoa que fizer uma compra na treethis está a contribuir para a plantação de árvores em diferentes países no mundo, fruto de uma parceria entre o projeto português e uma organização internacional.

Mas esta árvore tem um impacto positivo muito maior do que pode imaginar. Além de contribuir para a diminuição da pegada de carbono, ajuda a mitigar o aquecimento global através da absorção de CO2 pelas árvores, a proteger o habitat de espécies em perigo, promover a igualdade de género ao contratar e capacitar mulheres para plantar árvores e ainda a providenciar um rendimento estável às famílias.

No fundo, uma lista de benefícios que resultam de um primeiro: levar uma vida mais sustentável. “Esta jornada é diferente para cada um e que não é clara. O que resulta para mim ou para a minha família pode não resultar para outros. Para alguns, poderá ser simples fazer obras em casa com vista a uma melhoria na eficiência energética, para outros está fora de questão. Usar champôs sólidos e sabonetes poderá ser bom para mim, mas poderá não ser adequado para outras pessoas”, destacam Rita e João.

A missão da treethis é, acima de tudo, educar e transmitir aquilo que esta uma família “greenie” foi experimentando ao longo da sua jornada.

“Não estamos focados na venda, aliás, isso é o que menos importa aqui. Acreditamos que todos os negócios nesta área são fundamentais para tornar mais fácil a transição das pessoas para uma vida mais sustentável”, revelam os fundadores. “A treethis está focada em oferecer produtos que experimentamos, usamos e recomendamos a um preço acessível.”

E por falar em preços…

Se perguntarmos porque é que não aposta mais em alternativas sustentáveis talvez dirá: primeiro, falta de conhecimento e vontade e, em segundo lugar, por ser dispendioso.

Ora, é precisamente isso que a treethis tenta mudar, os preços, que de tão baixos relativamente a outras ofertas no mercado, levanta-se a questão: como é que conseguem?

“Honestamente, perdendo margem. Acreditamos que no futuro e se o negócio chegar a ter um volume mais interessante para os fornecedores, poderá ser possível baixar custos e melhorar a nossa margem. Neste momento, queremos que o negócio se sustente a si e às suas operações”, explicam.

Para já, o objetivo dos fundadores da treethis é mostrar, precisamente, que a sustentabilidade não é cara. “É exatamente o oposto. Sai mais barata a médio prazo. Até porque para viver uma vida mais sustentável há que diminuir o consumo e deixar de comprar por impulso, por vaidade ou por prazer”, acrescentam.

Está a começar o percurso na sustentabilidade? Chegou ao ponto certo

Alguns dos best sellers da treethis são os blocos e tapetes de yoga — ambos feitos em Portugal e com materiais portugueses que em fim de vida podem também ser reciclados por cá —, e os copos menstruais que têm ganho cada vez mais adeptas.

Blocos de yoga da treethis

Contudo, para quem é novato, há uma solução ideal para que tenha todas as ferramentas necessárias para dar início a uma vida mais sustentável.

“A box sazonal surge com esse propósito. Ajudar, aconselhar, informar e formar as pessoas sobre os produtos e sobre um lifestyle mais sustentável”, explicam Rita e João.

Esta box pode ser trimestral (50€) ou anual (180€ através de promoção atualmente em vigor) e inclui vários produtos surpresa, mas com uma única certeza: vão contribuir para um mundo melhor.

Uma vez que um novo ano se aproxima, sinal de que vêm aí novas resoluções (e, esperamos nós, alívio depois de um ano fatigado pela pandemia), uma box pode ser o presente perfeito para este Natal.

“Estamos prestes a lançar um box DIY direcionada para a época do Natal, cuja ideia será ajudar a desenvolver em casa um determinado produto”, revela a treethis à dobem.

Não é caso para ficar apavorada com a ideia, porque as receitas estão incluídas na box, o que significa que não tem de ser perita em sustentabilidade.

Mesmo para quem está na sustentabilidade há algum tempo, as boxes continuam a ser uma boa ideia, uma vez que “são pensadas e criadas com produtos que são consumíveis ao longo do tempo e que por isso são sempre úteis em qualquer casa”, explica Rita e João, mas há outra opção que não exige consumo, contribui apenas para um impacto ambiental positivo.

“A coleção ‘Fazer o que se diz‘ foi criada com o propósito de chamar à atenção e traduzir em árvores o nosso impacto negativo no planeta”, explicam. Esta coleção permite “apagar” a pegada de carbono durante um mês ou um ano ao assegurar a plantação de árvores (a partir de 3€) ou plantar virtualmente apenas uma árvore (1€).

“Não queremos que seja uma solução, isto é, que as pessoas sintam que se plantarem x árvores podem continuar a ter uma vida sem olhar para o resto. Queremos que seja entendido como uma compensação e uma ajuda para combater aquilo que somos incapazes de alterar”, referem os fundadores.

O futuro do planeta e da treethis

A longo prazo a treethis vai continuar a investir em medidas de impacto ambiental e social, sendo que a mais recente diz respeito a uma parceria com uma associação de mulheres sírias refugiadas na Jordânia que produzem e vendem sabonetes naturais como forma de se tornarem independentes financeiramente para que possam alimentar os filhos.

“Graças a uma Organização Não Governamental (ONG) que as acompanha, reunimos e conhecemos algumas destas mulheres. Foi uma sensação estranha e difícil, mas ao mesmo tempo inspiradora”, lembram Rita e João.

Apesar de ainda não terem conseguido trazer para Portugal os sabonetes produzidos pelas mulheres sírias, devido às dificuldades com a certificação, todos os dias estas estão presentes na mente dos fundadores.

“Quando estamos cansados, quando achamos que não vamos conseguir ‘dar conta do recado’, lembramo-nos que o nosso pequeno esforço pode fazer uma diferença gigante no contexto destas pessoas que são como nós e que apenas não tiveram a sorte de nascer onde nós nascemos”, rematam.

A treethis tem uma loja online com os produtos com que a família “greenie” se identifica e, no mesmo site, é explicado ao detalhe o impacto positivo de apostar em artigos sustentáveis que, ao mesmo tempo, plantam uma árvore.