Kalimera

Shopping

Kalimera. Os novos biquínis sustentáveis portugueses nasceram de uma paixão por viajar

Os modelos estão disponíveis com vários padrões, embora sejam todos minimalistas, e adaptam-se aos gostos e ao corpo de cada pessoa. Conheça esta nova marca portuguesa.

Uma paixão especial por viagens e por praia, raízes em Aveiro e uma vontade de criar uma marca de biquínis intemporal, minimalista e simples. Assim nasceu a nova marca portuguesa de biquínis sustentáveis, a Kalimera Collection.

Sara Arrais, a fundadora, é Médica Dentista, mas revela sempre ter tido um especial carinho pela escrita, fotografia e por viagens. O lançamento da marca é algo que dá resposta a estas paixões e que sobretudo, apresenta soluções e modelos simples e intemporais, algo que Sara tinha dificuldade em arranjar quando comprava biquínis.

A médica dentista revela à dobem. que na sua área de formação nunca teve muito espaço para a criatividade, já que a medicina é uma área objetiva e baseada em factos. Como tal, pensou em criar uma marca de biquínis com modelos minimalistas e simples que fossem ao encontro do que a própria procurava.  

“Na minha área, nós não temos muito espaço para a criatividade, toda a minha formação foi muito feita na objetividade, no certo, no empírico, e eu sempre gostei muito de escrever, sempre adorei fotografia e viagens e senti a necessidade de ter alguma coisa que desse um bocadinho de resposta e expressão a isso. E como adoro viajar e a praia sempre fez parte da minha vida, porque sou de Aveiro e sempre vivi ao lado da praia, pensei ‘porque não criar uma marca de biquínis?’. E foi assim que surgiu”, conta a fundadora.

Desde cedo que ganhou um gosto especial pelas peças que a mãe e avó utilizavam, mais retro e vintage, e essa foi a sua principal inspiração para criar a sua coleção. Cortes que possam ser utilizados durante vários anos sem perderem a beleza, modelos que se adaptem a qualquer estilo e que sejam, acima de tudo, intemporais.

Foi assim que, com os modelos e as cores em mente, avançou com uma pesquisa profunda acerca do processo de criação de swimwear, sobre criação de negócios e sobre marketing para, depois, colocar mãos à obra.

Contou com o apoio de uma equipa de freelancers com os quais ainda hoje colabora para criar todas as peças que são totalmente fabricadas em Portugal. Toda a parte dendesign é feita por Marta Araújo enquanto os padrões dos tecidos são desenhados pela mãe da fundadora, que é pintora na Vista Alegre.  

Apesar dos contratempos e obstáculos que se puseram no caminho — sobretudo a pandemia e todos os atrasos que dela surgiram, — Sara Arrais não cruzou braços e continuou a lutar pelo seu objetivo. Como a própria revela à dobem., “acho que as pessoas têm necessidade de ver coisas novas e que essas coisas lhes tragam alguma esperança, por isso é que a coleção se chama “Summer Breeze”. Uma brisa, uma nova lufada de ar fresco. Tanto pela coleção e pelo que ela representa, mas também pelos tempos que estamos a viver. “

Embora a profissional esteja neste momento a exercer a sua profissão noutro país, mantém-se focada e ativa nos objetivos da sua nova marca de biquínis sustentáveis, tendo em vista a criação de cinco novos modelos para uma futura coleção. A criadora confessa também que todo este lançamento é um processo não só de aprendizagem, como de adaptações e, por isso, está recetiva ao feedback das clientes, tentando sempre chegar ao maior número de pessoas possíveis.

O nome da marca surge do seu blogue Kalimera Concept, onde partilha e divulga as suas aventuras. É que esta palavra, que significa “bom dia” em grego, também está associada a boas energias, algo que Sara Arrais quis que fosse a base do conceito da sua marca. “O Kalimera Collection vem realmente daí, é como se fosse uma extensão do blogue”, acrescenta.

O compromisso sustentável da Kalimera Collection

Foi depois de ter percebido o quão a indústria têxtil está ligada à poluição que Sara Arrais decidiu lançar uma marca de biquínis sustentáveis, sempre sob o compromisso de sustentabilidade. Como a própria explica, ser 100% sustentável é uma tarefa complicada, pois inevitavelmente o facto de uma marca produzir, independentemente de que peça seja, produz-se gasto e lixo.

Porém, a sustentabilidade é um caminho que estão a seguir e que pretendem manter como umas das bases da marca. “Este também acaba por ser um pouco o nosso trabalho. Fazer com que as pessoas tomem consciência, apesar de ser um processo. Mas, cada vez mais, as pessoas estão mais viradas e mais conscientes do consumo ponderado, e queremos manter-nos fiéis a isso e tentamos valorizar aquilo que temos vindo a construir”, explica.

Sara Arrais explica também que é preciso ter em conta que um cliente paga pela qualidade de uma peça e que tudo o que é sustentável, por ser geralmente produzido em pequena escala, acaba por ter um valor mais elevado. O facto de ser produzido em Portugal também contribuiu para esse valor. Porém, como garante a fundadora “a verdade é que são peças de valor acrescido, mas são de boa qualidade, feitas com os melhores materiais e em Portugal, portanto, feitos à mão. Acho que isso é de valorizar.”

O nome de cada modelo faz referência ao nome de uma praia que tenha um significado para Sara e que a própria já tenha visitado. Cada modelo foi desenhado com intuito diferente: um ideal para bronzear, um mais desportivo e outro com mais suporte para o peito. Os biquínis sustentáveis podem ser comprados no site oficial, e as peças podem ser adquiridas em separado para conjugar os diferentes modelos de partes de cima e de baixo consoante o seu gosto pessoal.

Conheça algumas das peças da Kalimera Collection na fotogaleria.