Shopping

As novidades da Garnier Bio chegam com um óleo reparador e embalagens de papel

A nova linha tem um creme para o dia e um óleo para a noite — ambos com o poder regenerador do cânhamo, ingrediente rico em vitamina E e ácidos gordos.

A pouco e pouco, as marcas começam a estar mais atentas e ativas relativamente ao mundo que as rodeia. E foi exatamente esta a linha de pensamento da Garnier Bio, que acaba de lançar uma nova linha de cânhamo com propriedades benéficas para o ambiente e, claro, para a pele.

Testámos 6 champôs sólidos para perceber se ainda vale a pena comprar champôs em embalagens de plástico

Do dia para a noite não se obtêm milagres, por isso a nova gama anti-stress tem um produto para cada altura do dia e para todos os tipos de pele, incluindo as mais sensíveis.

“Pela primeira vez, a Garnier combina um poderoso ingrediente biológico com um efeito reparador para proporcionar um resultado e experiência única”, refere a marca. Mas, afinal, onde encontrar esta combinação?

Primeiro, no creme em gel reparador (9,99€), de 50 ml, para aplicar de manhã. O objetivo é nutrir, alisar e iluminar a pele. Ah e, claro está, regenerá-la das agressões do dia a dia.

Creme em gel reparador (9,99€)

Já para a noite, fica reservado o óleo reparador (14,99€), de 30 ml, para que, com a ajuda das propriedades reparadoras do cânhamo — com vitamina E e rico em ácidos gordos, como ómega 3 e 6 —, consiga livrar-se de todos os sinais de fadiga na pele.

Óleo reparador (14,99€)

Mas as novidades não ficam por aqui: ao contrário das habituais embalagens de plástico que vemos nas prateleiras do supermercado, a do creme da nova linha da Garnier Bio é feita com menos 49% de plástico, e substituído por cartão de florestas sustentáveis.

E não, o creme não é consumido pelo papel: a nova embalagem é impermeável de modo a preservar a eficácia e frescura dos ingredientes.