marcas portuguesas

Shopping

Black Friday. Se vai fazer compras, que seja para apoiar marcas portuguesas

Entre estas dez marcas portuguesas vai descobrir o presente de Natal perfeito que permite apoiar o que é nacional e oferecer algo diferente.

Verde, vermelho, amarelo e, se for preciso, até branco aos escudos azuis: desde que diga “made in Portugal” é a aposta certa para fazer em dia de Black Friday, mesmo que não tenha desconto. As marcas portuguesas precisam, mais do que nunca, de ser apoiadas, e já que a nossa veia consumista, um género de diabo da nossa consciência, nos pede para aproveitarmos os descontos, do outro lado há um anjo que diz “compra, sim, mas de forma consciente”.

A ideia é que este ano, em vez de ceder à tentação da Black Friday, compre em marcas portuguesas, e escolha apenas aquilo de que realmente precisa. Assim, não só evita compras impulsivas e não esbanja dinheiro como apoia projetos nacionais e contribui para um mundo melhor — já que muitas marcas portuguesas assentam em conceitos de sustentabilidade.

É o caso da Bouclé Handmade, cujos lenços em cetim são produzidos e costurados à mão, com tecidos reciclados a partir de descartes de redes de pesca e garrafas plásticas dos mares da Europa.

Além de sustentabilidade, nas sugestões que apresentamos não faltam peças produzidas por mãos portuguesas que vai querer para usar nos looks do dia a dia. Os confortáveis conjuntos training, que podem ser usados na rua e estão tão na moda, podem ser encontrados na iUKIYO, marca que não tem descontos, mas que aplica o símbolo % no seu conceito: 100% português e 100% algodão orgânico.

Com outra vibe tem a ASTAG, cuja coleção cápsula remete-nos para influências marroquinas com o toque moderno da criadora Diana Astag Duarte, de apenas 24 anos. O melhor de apoiar uma marca jovem que acaba de se lançar no mercado da moda, é que neste caso vai mesmo poder adquirir qualquer peça a 50% de desconto durante a Black Friday.

Demos três exemplos, mas há muitos mais para descobrir (e apoiar). Ora veja.