Shopping

Adriana da Silva quis fazer um biquíni para as férias. Desta ideia, nasceu uma coleção de swimwear sustentável

A MM Collection by Adri da Silva foi criada em parceria com Filipa Bibe, dona da Maria Modista, onde a influenciadora digital aprendeu a criar peças de swimwear.

Quando partiu para o Brasil em setembro de 2019, a influenciadora digital Adriana da Silva estava longe de imaginar que a vontade de criar um biquíni para levar de viagem se transformasse num projeto para lançar uma coleção cápsula. Mas foi mesmo isso que aconteceu e, em parceria com Filipa Bibe, dona da Maria Modista, lançou a MM Collection by Adri da Silva

A coleção foi lançada a 16 de junho, ainda em contexto de pandemia, mas num momento em que Portugal tinha acabado de sair de um estado de emergência que se prolongou por quase dois meses. Esse contexto, conta à dobem., teve uma grande influência na produção desta coleção. 

“Queríamos ter tudo pronto para lançar nas primeiras semanas de maio, mas isto atrasou tudo”, conta Adriana da Silva, que chegou a viajar novamente para o Brasil em março, ainda antes de começar o estado de emergência. “Fui visitar família nessa altura e tive de fazer quarentena voluntária, mas já não voltei a sair e não podíamos fazer nada. Tínhamos já muita coisa planeada, mas estávamos dependentes daquilo que nos dissessem que podíamos fazer.”

Desde atrasos nas entregas dos fornecedores a não conseguir fazer a sessão fotográfica para as peças, Adriana conta que houve momentos em que chegou a ponderar adiar a coleção durante um ano. No entanto, a pandemia não a demoveu. “Pensámos ‘caramba, não vale a pena estarmos a parar, vamos arregaçar as mangas e fazer’, então decidimos continuar a produção, e ainda bem.”

Esta não foi a primeira coleção de swimwear criada por Adriana da Silva. Em 2015 lançou a Neou Lisboa, a marca que criou juntamente com a mãe, Ilda, mas que acabaram por deixar em 2018. Ao contrário do que acontece com esta coleção cápsula, produzida na fábrica da Maria Modista em Lisboa, todas as peças da Neou Lisboa eram feitas à mão por Adriana e pela mãe. “Íamos comprar tecidos a lojas de tecidos e a coisa mais profissional que acabámos por fazer foi criar as nossas próprias estampagens, e era o meu pai que desenhava esses projetos”, recorda à dobem. 

O negócio familiar acabou por ser uma forma de aprendizagem para Adriana da Silva, que confessa ter hoje uma visão de mercado muito diferente daquela que tinha em 2015, quando começou o projeto com a mãe. E se a sua forma de olhar para o mercado foi mudando, os seus gostos também. Ao contrário das peças que produzia para a Neou Lisboa, com estampagens, folhos e laços, as peças da MM Collection by Adri da Silva são bem mais simples e neutras. 

“Procurei um bocadinho aquilo que sentia falta nas marcas portuguesas”, explica. “Sentia falta de coisas simples, porque ultimamente vemos imensos padrões, cortes e folhos, e nem toda a gente adora esse estilo. Eu própria já adorei, mas hoje em dia prefiro peças mais minimalistas.”

A coleção é composta por três biquínis — que podem ser comprados em separado para fazer mix & match — e um fato de banho, todos feitos a partir de plástico recolhido dos oceanos. Além das peças de swimwear, há ainda um bolero, uns calções e uma camisa comprida de linho, também produzidos com materiais reciclados e sustentáveis. 

Quisemos criar uma coleção totalmente sustentável, com materiais reciclados e evitando qualquer desperdício”, conta Adriana da Silva. “Todos os desperdícios das peças que as pessoas tentamos sempre usar para dar um cunho ainda mais especial à encomenda. Fazemos um scrunchie para o cabelo ou até mesmo uma fita, que até pode ser conjugada com a peça.”

As peças estão disponíveis para comprar online através do site oficial da MM Collection e existem entre os tamanhos S e L, o que vale à influenciadora digital algumas críticas por não ser mais inclusiva. 

“Para já é impossível aumentar a quantidade de tamanhos, porque fizemos esta coleção acontecer no espaço de três meses, mas é uma coisa que está nos nossos planos”, explica à dobem. “Isso tem implicações que eu própria desconhecia, não basta simplesmente dizer ‘vamos fazer mais tamanhos’ e fazemos, há muitas coisas a ter em conta, desde tecidos a etiquetas. Mas já passei esse feedback à Filipa e percebemos que vamos ter de trabalhar nisso. Se voltarmos a fazer uma nova colaboração, sabemos que temos de ter isso em conta.”

Na fotogaleria, conheça as peças da MM Collection by Adri da Silva.