Meditar

Saúde

Tem dificuldade em manter o foco? A Headspace e John Legend podem ajudar

Quem nunca viveu aqueles dias em que se faz um esforço exaustivo para manter o foco, mas parece que nada resulta? Esta nova parceria entre o cantor e a aplicação de meditação pode ser a solução.

DOBEM.
leia este artigo em: 5 mins

Depois de terem introduzido o modo Move, para incentivar à prática de exercício físico mesmo estando em casa, a Headspace, uma das aplicações para meditar mais procuradas do mercado, tem agora um novo modo. Chama-se Focus, e conta com a curadoria do cantor americano John Legend.

O artista, que assume agora o papel de curador musical desta nova vertente, desenvolveu esta funcionalidade em parceria com os criadores da aplicação, que recentemente lançaram também um documentário na Netflix, o “Headspace Guide To Meditation“. O objetivo, explicam na página oficial, é ajudar os utilizadores a focarem-se nas suas principais tarefas e no seu dia-a-dia. 

Não será novidade que, atualmente, vários são os estudos que comprovam que a ansiedade pode afetar diversas funcionalidades do ser humano, inclusive a falta de concentração e foco. Nestes tempos conturbados que temos vivido em tempos de pandemia os números de distúrbios mentais têm vindo a aumentar drasticamente. Um estudo publicado a 10 de fevereiro pela Kaiser Family Foundation revelou que quatro em cada dez cidadãos americanos reportaram sintomas de ansiedade ou depressão, e que há uma tendência para estes números continuarem a aumentar.

É o jantar que está por fazer, a máquina que está por lavar, a roupa que falta passar a ferro, entre muitas outras tarefas e responsabilidades! “É um desafio enorme, em tempos de incertezas, concentrarmo-nos no trabalho, na família ou numa simples tarefa”, referiu Sam Rogoway, diretor de conteúdo e de produto da Headspace, citado pela plataforma “Green Queen”.

A meditação tornou-se a resposta para as inúmeras tentativas de descansarmos a mente e desligarmos da rotina, uma prática que, numa fase em que o stresse e ansiedade predominam, se tornou um refúgio para muitos. Segundo um estudo realizado pela própria aplicação, 15 minutos de meditação, reduzem 22% a preocupação excessiva da nossa mente. 

Como resultado destes factos, surgiu este modo de concentração com o propósito de ajudar os utilizadores a focarem-se no que mais importa para eles. “Quando consigo eliminar o ruído de fundo e entrar num estado de concentração, é quando a minha criatividade flui. É por esse motivo que estou ansioso por ajudar os outros, a aprenderem a focar-se no que é importante para eles”, adianta o cantor norte-americano à “Green Queen“. 

Esta nova opção oferece 12 estações diferentes que combinam vários estilos musicais, entre eles o jazz e o piano. Contém também 23 áudios de som ambiente, o ideal para quem procura barulho de fundo enquanto trabalha.

Adicionalmente, também é possível aceder a uma playlist mensal personalizada pelo próprio John Legend, na qual o cantor irá selecionar temas de vários músicos, por forma a que os utilizadores possam usufruir desta seleção como um momento de lazer e relaxamento. Neste caso, o género musical escolhido foi o jazz.

Além da playlist do artista, também outros colaboraram com a Headspace e desenvolveram playlists de foco, consoante os seus géneros musicais. Hans Zimmer, por exemplo, responsável pela banda sonora de filmes como “O Rei Leão” ou “Inception — A Origem“, fez também uma seleção de bandas sonoras. Já Madlib criou uma lista iscom canções de hip-hop de alguns dos seus artistas favoritos.

A aplicação está disponível para iPhone e Android onde poderá fazer um teste gratuito de sete dias, seguido de uma mensalidade de 12,99€ ou de uma subscrição anual de 57,99€.