almofadas

Saúde

Afinal, andamos todos a usar as almofadas mal quando dormimos — e isso causa dores nas costas

Há quem tenha apenas uma, outros que têm duas. Mas será que este é o número correto? E estará a usá-las da forma certa para garantir que a coluna tem o suporte de que precisa? Um especialista responde.

Todos temos aqueles dias em que acabamos de trabalhar com dores nas articulações, no pescoço e na lombar. Afinal, por vezes são mais de oito horas passadas à secretária, e nem sempre temos grande possibilidade de nos andarmos a levantar para dar uma volta pela casa. Quando isto acontece, só temos um desejo: chegar até à cama, pousar a cabeça nas almofadas e sentir todo aquele incómodo a passar. Mas será que está a usar corretamente as almofadas para dormir?

Muitas pessoas sofrem de dramas com a escolha das almofadas, e a verdade é que a escolha depende muito da forma como dorme. Se dormir de barriga para cima ou para baixo, terá de optar por um tipo de almofada mais menos rígida, mas com estrutura suficiente para manter a postura das costas. Por outro lado, quem dorme de lado precisa de almofadas mais firmes e estáveis, que garantam a correta posição da coluna durante o sono.

O que talvez não saiba é que não basta uma, nem duas, nem três almofadas para dormir corretamente. Segundo Mark Huntsinger, um fisioterapeuta da California, Estados Unidos, para dormirmos numa posição correta e evitarmos as dores nas costas precisamos de, pelo menos, quatro almofadas. E não, não vão todas ficar por baixo da cabeça. Mais uma vez, tudo depende da forma como dorme.

“É um cliché dizer isto, mas a realidade é que passamos um terço das nossas vidas a dormir, por isso a posição do nosso corpo durante o sono é muito importante”, explica o especialista à “Well+Good”.

Em junho, Huntsinger partilhou na sua conta de TikTok um vídeo onde mostrava como dormir corretamente de barriga para cima. O vídeo conta já com 14 milhões de visualizações e, nele, o especialista mostra em que posição deve colocar cada uma destas almofadas caso durma nesta posição.

“Ponha uma almofada entre os ombros para prevenir que a cabeça rode para um lado e para o outro enquanto dorme. A testa deve estar ligeiramente mais elevada do que os ombros”, começa por explicar, enquanto exemplifica. “Use uma almofada grande e macia por baixo dos joelhos para tirar pressão da lombar. Utiliza uma ou duas almofadas debaixo dos cotovelos para prevenir que os ombros puxem o pescoço.

Para dormir de lado, deve utilizar uma almofada entre a cabeça e o ombro, de forma a que tanto a cabeça como o pescoço estejam confortáveis. A segunda almofada deve ser colocada entre os joelhos para prevenir que se vire de barriga para baixo, ao mesmo tempo que evita que as pernas façam pressão na lombar.

Pode parecer um número excessivo de almofadas, mas tal como explica à “Well+Good”, esta será a melhor forma de evitar as dores nas articulações e, especialmente, nas costas, quando se levantar. Ao dormir com todo o suporte que estas almofadas conferem, não há qualquer pressão nas articulações, por isso, não corre o risco de acordar com dores nas costas ou com aqueles torcicolos que deixam o corpo dorido durante todo o dia.