Lifestyle

7 séries e documentários que provavelmente ainda não viu, mas devia

Uns mostram como começámos a explorar o mundo e outros como este mudou em 94 anos. Está tudo na Netflix, que será a sua melhor amiga durante o confinamento.

Depois de um primeiro fim de semana de confinamento, o próximo sábado e domingo também terão de ser passados em casa, pelo menos, a partir das 13 horas. É certo que os dias se podem tornar monótonos e aborrecidos, mas isso não quer dizer que tenha que ficar de braços cruzados à espera que o dia passe e sem nada para fazer. Sabe aquelas séries e documentários que ainda não viu e que, muito provavelmente deveria estar a ver? Está na hora de as por em dia.

E não, não estamos a falar daquelas séries de comédia que vemos na televisão, ou as que são tão dramáticas que nos deixam lavados em lágrimas ao fim dos primeiros dez minutos — “This is Us”, estamos de olho em ti. As séries e documentários que temos para lhe sugerir falam de temas mais sérios, e algumas delas até deixam o mundo entrar em nossas casas, num momento em que ia lá fora não é uma opção.

Se ainda não tinha planos para a tarde do próximo fim de semana, então prepare um balde de pipocas — das saudáveis, claro —, pegue no comando e carregue no play. Podemos garantir: o tempo não só vai voar como ainda se arrisca a que não seja suficiente para chegar ao fim de todas as opções que sugerimos.

1. David Attenborough: Uma Vida no Nosso Planeta

Ultimamente não se fala de outra coisa: o documentário do naturalista britânico de 94 anos que mostra o mundo e a natureza que percorreu ao longo de décadas. Durante esse tempo foi também deparando-se com alterações na Terra provocadas pela mão do Homem, colocando em risco a sobrevivência de espécies e do próprio planeta Terra, que caminha para um cenário devastador.

Faltam apenas seis anos para David Attenborough completar 100 anos, o que se pode considerar, literalmente, uma vida no nosso planeta, como sugere o título deste documentário. Conduzido pela sabedoria de David, o documentário deixa-nos a refletir sobre uma mensagem: é preciso agir.

2. Down to Earth with Zac Efron

Entre todas as celebridades que podiam conduzir uma série documental, Zac Efron talvez seria a menos provável. De certo modo, o ator continua a ser, no nosso imaginário, o romântico Troy do filme “High School Musical” ou o glã de “Baywatch: Marés Vivas“.

Contudo, ao lado de Darin Olien, este é um Zac diferente e que nos mostra também um mundo diferente. O ator vai para lugares remotos, como a Costa Rica para dar a conhecer uma aldeia ecológica, ou para países mesmo aqui ao lado, como França, onde Zac mostra um conceito surpreendente: uma prova de águas (sim, não são todas iguais).

Spoiler alert: o ator come folhas de árvores n um dos episódios.

3. A sabedoria do polvo

É um dos documentários mais falados dos últimos tempos, e apesar de parecer um tema estranho, confirmamos: vale a pena ver. É que à primeira vista parece algo desinteressante ao focar-se apenas num polvo, mas é muito mais do que isso.

A sabedoria do polvo” mostra a inteligência deste animal e a forma como cria uma ligação com o ser humano, neste caso o cineasta Craig Foster que faz mergulho livre e vai às profundezas de uma floresta de algas para conhecer este amigo de várias “patas”.

4. Babies

Para as mães, pais, ou apenas para quem também já foi bebé (ou seja, para todos nós). Esta série documental mostra-nos a forma surpreendente como nos primeiros tempos de vida descobrimos o mundo aos poucos.

Se fosse tão simples como parece, a série não tinha já duas temporadas, cada uma com seis episódios que, revelamos já, se veem em menos de nada. Não há alturas certas para ver esta série, basta ter tempo e isso é o que não falta neste confinamento.

5. Connected

O nome é literal: depois de ver o documentário “Connected“, vai sentir uma maior conecção ao planeta que, afinal, ainda desconhece. Esta série não apresenta um cenário caótico do mundo, antes pelo contrário.

Mostra aquilo que tem de mais surpreendente e de forma divertida, com o guia e jornalista científico Latif Nasser. Cada episódio só até 50 minutos e, além de curtos, nem vai dar pelo tempo a passar.

6. What The Health

Foi lançado em 2017, mas o documentário “What The Health” continua a ser um clássico que todos devem ver. A razão? Com base na argumentação de especialistas e a sustentação de dados científicos, mostra-nos o impacto dos os alimentos de origem animal na nossa saúde.

What The Health” é um dos títulos que levou muitas pessoas a reduzir ou eliminar o consumo de proteína animal, sem mostrar quaisquer imagens de exploração que nos deixam de estômago torcido. Se ainda não viu, está na altura de ficar a par de um dos documentários mais falados e bem classificados no IMDb: 7,5/10 estrelas.

7. I Am Maris: Portrait of a Young Yogi

Saiu em 2018, mas este documentário continua a inspirar. Maris Degener é professora de yoga, escritora e sobrevivente de uma anorexia nervosa. Depois de o período conturbado pelo qual passou, encontrou no yoga a melhor forma de alcançar o equilíbrio entre o corpo e a mente.

Tornou-se numa das mais jovens professoras de yoga e personalidade inspiracional a surgir na Netflix. Se está a precisar de uma motivação extra para começar a próxima semana, esta é a sugestão ideal.