marca de desporto

Lifestyle

Sustentável, duradoura e portuguesa. Assim é a Light Years Away, a nova marca de desporto portuguesa fundada por duas irmãs

Desde leggings ou calções, há muito por onde escolher. As encomendas são enviadas em sacos compostáveis para evitar gerar ainda mais desperdício no mundo.

Marta e Beatriz Ramos, 23 e 25 anos, respetivamente, são irmãs e as responsáveis por detrás da Light Years Away, uma marca de desporto que pisca o olho aos corações ativos e ao bem estar do planeta. E como todas as boas ideias, também esta surgiu de uma necessidade muito específica.

“A ideia decorre da procura incansável por roupa de desporto que fosse sustentável, acessível, duradoura e nacional”, explicam as fundadoras à dobem. O facto de praticarem desporto deste muito cedo foi a condicionante que alavancou o projeto, mas também a vontade de criar peças de roupa que também elas gostassem de usar sem ter de alimentar marcas que não partilhassem dos “mesmos ideais”.

Esses ideias assentam na promoção de uma vida ativa — já que Marta e Beatriz praticam desporto desde muito novas — e sustentável. “A nossa infância foi muito ativa, com atividades extracurriculares ao longo de todos os dias da semana.” E embora nenhuma delas se tenha profissionalizado no desporto, sabiam que era uma área à qual tinham de regressar.

E continuam: “A sustentabilidade foi surgindo à medida que fomos crescendo e nos apercebemos de que as nossas escolhas diárias tinham impacto no ambiente. E esse impacto pode ser positivo se formos muitos a praticá-lo.”

Por isso, todas as peças da Light Years Away são fabricadas à base de ECONYL, um tecido feito de nylon que vem de várias fontes de lixo diferentes — como plástico industrial, redes de pesca e restos de tecidos.

“Através do tratamento e regeneração destes desperdícios, o nylon volta à sua forma natural e pode assim ser trabalhado para vários fins”, lê-se no site oficial da marca.

Mas não se fica por aqui. Uma vez que a preocupação ambiental desta marca de desporto é um dos seus pilares, todas as encomendas que chegam a casa dos clientes vêm seladas num saco compostável. Aqui a ideia é evitar o desperdício e tentar ao máximo não poluir ainda mais o ambiente.

Isto porque, os sacos compostáveis “são um passo para uma economia circular, na medida em que não é preciso reciclar a embalagem porque esta acabar por se desfazer” ao fim de alguns meses.

A marca foi lançada a 3 de maio, no mesmo dia em que Portugal saiu do estado de emergência devido ao surto da COVID-19. De calções a tops ou leggings, a Light Years Away promete também marcar pela variedade ao disponibilizar várias peças, de vários estilos e para todo o tipo de carteira com preços entre os 35€ e os 55€.

As peças são produzidas num atelier em Portugal pelas mãos de “costureiros muito experientes” com quem, dizem as irmãs, estão em contacto diário. E até os planos de produção são pensados ao mais ínfimo detalhe.

“Tentamos produzir todas as nossas peças em grupos para que possamos aproveitar o máximo espaço no plano possível de modo a gerar o mínimo desperdício possível”, concluem.

Embora a marca já tenho estado presente em mercados, onde se puderam dar a conhecer a possíveis novos clientes, o grossos das encomendas continua a ser feito exclusivamente online.

Na fotogaleria, conheça algumas das peças da Light Years Away, a nova marca de desporto portuguesa.