férias

Lifestyle

Tirar férias ajuda a relaxar, mas também é bom para o coração

Uma nova investigação chegou à conclusão de que o período de férias pode ser eficaz no combate ao síndrome metabólico.

Além de o ajudar a fugir ao stresse diário do trabalho e das preocupações mundanas, tirar férias também é benéfico para o seu coração. Pelo menos é esta a conclusão de um novo estudo, publicado no jornal científico “Psychology & Health”, que identificou que as férias têm a capacidade de reduzir os sintomas do síndrome metabólico — um conjunto de fatores associados ao risco de doenças cardiovasculares.

Para chegar a esta conclusão, os especialistas responsáveis pela investigação analisaram os dados médicos de 63 trabalhadores que estavam elegíveis para férias e analisaram todos os períodos de pausa ao longo de 12 meses. Os participantes do estudo tiraram cerca de duas semanas de pausa por cinco vezes, e relataram que esse período de interrupção do trabalho foi “positivo”.

A cada período de férias, os investigadores concluíram que os risco de estes trabalhadores virem a desenvolver síndrome metabólica era reduzido em pelo menos um quarto. Os mesmos inquiridos revelaram ainda que, durante os momentos em que não estavam a trabalhar, se sentiram menos stressados por problemas financeiros.

“No geral, o período de férias é sempre encarado como um evento positivo. Esse positivismo, que é sempre subjetivo, pode vir a traduzir-se em vários benefícios para a saúde já que a frequência de férias protege contra o síndrome metabólico e os seus sintomas”, lê-se nas conclusões da investigação.

Segundo os mesmos cientistas, o síndrome metabólico consiste numa série de fatores que geralmente estão associados a uma perda de qualidade de vida que é amplificada pelo risco de doenças cardiovasculares — e que só nos EUA foi considerada a causa de morte mais comum entre homens e mulheres.