fazer exercício físico salva

Exercício

Estudo confirma: fazer exercício físico salva 4 milhões de vidas por ano

A investigação reuniu dados de 168 países em todo o mundo e concluíu que fazer desporto durante, pelo menos, 75 minutos por semana pode salvar vidas.

Um grupo de investigadores das Universidades de Cambridge e Edimburgo confirmaram o que tantos especialistas foram defendendo ao longo dos anos: fazer exercício físico dá-nos mais anos de vida. O que talvez não se soubesse é que o desporto pode salvar vidas. Quase 4 milhões por ano, para sermos mais exatos. 

A investigação que será publicada na edição de julho da revista científica “Lancet” reuniu dados de 168 países em todo o mundo e observou a vida de pessoas que cumpriam com os mínimos recomendados pela Organização Mundial de Saúde (pelo menos 150 minutos de treino com intensidade moderada numa semana ou ou 75 minutos de atividades vigorosas) entre os anos de 2001 e 2016. Ao combinarem esses dados com estimativas de risco de morte prematura, os investigadores conseguiram fazer uma relação com as mortes que foram evitadas pelo simples facto de as pessoas praticarem exercício físico regularmente

Segundo os especialistas, foram evitadas 3,9 milhões de mortes por ano em todo o mundo (cerca de 15%) devido à prática de exercício físico. As regiões com melhores resultados foram África, com meio milhões de mortes evitadas por ano. Por outro lado, na América do Norte, Sul e Central conseguiram apenas prevenir 0,3 milhões. 

Não é propriamente uma novidade que a fazer exercício físico previne várias doenças e nos dá mais qualidade de vida. Um estudo realizado em 2017 pela “Springer Science + Business Media” mostrou que as atividades cognitivas e físicas são capazes de retardar os efeitos da idade no cérebro. Já uma outra investigação de 2019 da JAMA Network Open deu indícios de que a capacidade para fazer flexões pode ser um forte indicador para a saúde do coração. 

E para quem acha que não consegue treinar por falta de tempo, saiba que existem vários treinos que pode fazer em casa. Os treinos de abdominais de Chloe Ting, por exemplo, duram apenas dez minutos. Se a esses treinos juntar ainda o circuito de 15 minutos de HIIT que também pode fazer em casa, já são 25 minutos de exercício diário. E a melhor parte é que não precisa de qualquer equipamento técnico, só mesmo do peso do corpo.