abdominais definidos

Exercício

Gosta de dançar? Este treino de 15 minutos ajuda a ter uns abdominais definidos

Além de reforçar o core, este treino trabalha a função cardiorrespiratória, e tudo ao som das suas músicas preferidas.

Começar com 15 abdominais, seguir para 30 segundos de mountain climbers, fazer diferentes tipos de pranchas estáticas e dinâmicas e, no final, repetir o circuito, pelo menos, três vezes. É possível que já tenha visto alguns treinos como este e que só de olhar para o colchão sinta vontade de desistir de treinar. Mas e se lhe dissermos que consegue ter uns abdominais definidos e ainda treinar o sistema cardiorrespiratório a dançar? 

O treino proposto por Katia Pryce, bailarina profissional, para a revista “Well+Good” promete isso mesmo. Em 15 minutos, dos quais 8 são passados a fazer movimentos de dança, consegue reforçar a zona do core, que incluí também os abdominais oblíquos. 

Este músculos, que se situam na região lateral do tronco, têm uma importância que vai muito além da estética. São eles os responsáveis por estabilizar e suportar a coluna, evitando as tais dores nas costas e na lombar que muitas vezes sentimos depois de um dia de más posturas. São dos músculos mais difíceis de fortalecer, mas com alguns dos movimentos propostos por Katia Pryce é possível reforçar esta região e ter uns abdominais definidos. 

E se está a pensar que tem de estar ao nível de Beyoncé para conseguir fazer este treino, engane-se. Os movimentos são bastante simples e a bailarina explica exatamente como os deve fazer no vídeo onde fala do treino, e é possível que até já conheça alguns deles, como as elevações de pernas ou a rotação das ancas. Ao todo, são 8 minutos a dançar e 7 minutos no tapete, a fazer alguns exercícios que também ajudarão a fortalecer o abdominal e a lombar.  

Além disso, os movimentos de dança são uma excelente forma de trabalhar a coordenação motora e o sistema cardiorrespiratório. Os movimentos rápidos ao som da música obrigam a um maior controlo da respiração e acabam por acelerar o ritmo cardíaco, por isso não se admire se chegar ao final do treino praticamente sem ar. 

A melhor parte do treino? Pode escolher fazê-lo ao som da sua playlist favorita do momento. Só precisa de vestir o equipamento, pegar nas sapatilhas e num tapete e começar a dançar.