Exercício

Estes são os 9 alongamentos que tem de fazer depois de uma corrida

Seja por má postura, um treino ou por uma simples corrida, os alongamentos são essenciais para ajudar a prevenir lesões, mas também para garantir a mobilidade.

DOBEM.
leia este artigo em: 6 mins

Não faltam opções para escolher quando falamos em praticar desporto. Do ténis, à ginástica, sem esquecer o ginásio ou uma simples corrida, gostos não se discutem. E se é daqueles que gosta de correr, faça chuva ou faça sol, frio ou calor, sabe que já existem todo o tipo de equipamentos adequados a cada estação do ano. Contudo, se há coisa que não pode faltar são os alongamentos para fazer depois de uma corrida.

Fazer exercício físico exige esforço e, para alguns, é uma terapia. Quando falamos de corrida, falamos também em superação, em desafiar limites, o que pode ser bastante libertador e tão eficaz como uma sessão de terapia. Mas, para que essa superação seja bem sucedida, o aquecimento no início e os alongamentos no final são indispensáveis.

Os movimentos têm técnicas de execução específicas que salvaguardam o bem-estar do corpo e os alongamentos podem prevenir dores ou lesões do pós-treino, e neste caso, pós-corrida. Na verdade, um estudo de 2018 publicado no jornal “Sports Medicine” prova que alongar ajuda a melhor a performance e faz com que os músculos recuperem.

E se existem circuitos de alongamentos de 15 minutos para quem passa o dia sentado à secretária secretária e também exercícios para quem sofre com dores menstruais, não podem faltar os alongamentos para fazer depois de uma corrida. Temos nove que deve incluir na sua rotina de treinos e que nunca se deve esquecer de fazer assim que chegar a casa depois de uma corrida, por mais curta que ela seja. Tome nota.

Alongamento dos quadríceps

Este é um dos músculos que mais se treina durante uma corrida ,por isso, é importante dar-lhe a devida atenção. Para fazer este alongamento agarre no pé esquerdo e puxe-o em direção aos glúteos. Mantenha este movimento durante 30 segundos em cada pé.

Alongamentos dos isquiotibiais

Estes músculos estão localizados na região posterior da coxa e, para uma boa corrida, nada melhor do que os ter em forma. Tratar deles torna-se fundamental, sobretudo depois de uma corrida, tal como explica Jorden Gold, fundador da Stretch Zone, citada pela revista “Bustle”. Estique as duas pernas e ao levar as mãos aos pés, tente dobrar o máximo que conseguir. Aguente a posição durante 30 segundos.

Pigeon pose

Correr pode deixar os quadris tensos, mas esta posição ajuda a aliviar estes músculos. Como na fotografia, coloque uma das canelas o mais dobrada possível. Fique com a cabeça levantada e direita e aguente 30 segundos para cada lado.

Lunge de corredor

Há um motivo para este exercício ter “corredor” no nome. Aqui irá alongar os maiores músculos das pernas. Levante o seu joelho e coloque esse pé mais à frente, depois, leve as ancas para a frente até sentir o efeito do alongamento. Aguente 30 segundos de cada lado.

Supine Twist

Ao correr pode mexer vários músculos e todos eles devem ter o devido tratamento. Deite-se de costas no chão, ou num tapete para estar mais confortável, dobre o joelho e cruze a perna sobre o corpo. Mantenha os dois ombros no chão e olhe para o lado oposto do joelho que está no chão. Faça o exercício para os dois lados.

De prancha alta a alongamento dorsal

Comece em prancha e, de seguida, leve os quadris para trás enquanto faz força com os braços contra o chão. Aguente alguns segundos, e depois repita por mais 30 segundos.

Alongamento de ombro

Na corrida, trabalham-se os músculos de todos os membros do corpo, os braços inclusive. Para este alongamento, estique um dos seus braços no sentido oposto e pressione, devagar, a parte superior do ombro. Aguente 10 segundos para cada braço.

Alongamento do adutor e abdutor

Fotografia retirada da revista “Bustle”

Deitada no chão, levante uma das pernas e leve-a para o chão para o lado oposto. Faça o mesmo com a outra perna e aguente 30 segundos em cada.

Figure 4

Fotografia retirada da revista “Bustle”

Cruze o tornozelo direito acima do joelho esquerdo, ou vice versa. Empurre o calcanhar em direção ao chão enquanto pressiona o direito joelho contra o solo. Aguente 30 segundos para cada lado.