comer pratos veganos

Alimentação

4 sítios onde comer pratos veganos (os favoritos dos millennials)

A escolha de comida à base de plantas é cada vez mais comum entre a geração nascida depois de 1980. Nós explicamos porquê e damos sugestões.

DOBEM.
leia este artigo em: 6 mins

Os millennials têm expectativas exigentes em relação aos snacks e à comida grab-and-go. De acordo com o relatório Ethics on the Go, da empresa Culinary Visions Panel, que estuda práticas e tendências alimentares, esta geração (nascida depois de 1980) tem uma grande preocupação com as consequências negativas que as escolhas alimentares podem ter. Segundo o estudo, “88 por cento dos millennials fazem dos alimentos à base de plantas uma prioridade“, e é por isso que tantos deles escolhem comer pratos veganos.

“Quer seja a recompensar as práticas de trabalho no comércio justo, ou as políticas de desperdício zero, os millennials são os mais sérios no que diz respeito às bases da comida grab-and-go“, diz Sharon Olson, diretora executiva da Culinary Vision Panel.

Em Lisboa, no Porto e em Coimbra há cada vez mais restaurantes e cafetarias adaptados a estas exigências. Snacks, brunches, almoços, serviços exclusivos de take-away, são várias as modalidades que servem refeições “éticas” ou com base em vegetais. Melhor mesmo só quando combinam estas duas características.

Fauna & Flora

Green - Panqueca de Matcha com Lemon Curd, Frutos Cítricos e Kiwi (6,50€)

Inaugurado no final do ano passado, o Fauna & Flora, na Madragoa, Lisboa, não só tem um ambiente descontraído e relaxante, como serve pratos deliciosos e saudáveis. O espaço é decorado com diversas plantas e a maioria da mobília é de madeira. A sensação que transmite, assim que se passa pela porta, é que entrámos numa espécie de bosque calmo, natural e muito verde. Ideal para as exigências dos millennials, os snacks que estão na ementa são “sazonais, saudáveis, frescos e caseiros” e os sumos são naturais.

As sugestões são a “Açaí Bowl” (6,50€), com mistura de açaí e banana, morango, kiwi, maracujá, mistura de bagas, granola e sementes, ou a tosta “Avotoast” (5€), com esmagado de abacate, ovos escalfados, cebolinho e molho caseiro, ou ainda a sopa do dia (2,50€) que seja do que for, pode contar com ingredientes frescos sazonais e locais.

Morada: Rua da Esperança, 33, Lisboa
Telefone: 961 645 040

Ao 26 Vegan Project

Bloody Beet Burger (12€)

Na capital, o restaurante Ao 26 Vegan Project compromete-se a respeitar a Terra e todos os seres vivos que nela habitam. O veganismo é a ideologia base e a ementa foi criada para que todos os pratos fossem altamente saborosos. Um dos grandes princípios deste restaurante é saber de onde vêm todos os alimentos, bem como evitar os desperdícios, ideal para esta geração preocupada com a “ética” das refeições.

Neste restaurante as sugestões são a Francesinha (13€), o Bloody Beet Burger (12€), com hambúrguer de beterraba, espinafres, tomate, cebola caramelizada, e muito mais. A salada Cítrica Tropical (8€), com quinoa, citrinos, espinafres, tâmaras, entre outros ingredientes, também é uma excelente opção Na lista das sobremesas vai encontrar Tarte de oreo, manteiga de amendoim e chocolate (3,80€), ou Leite creme queimado (3€), à base de leite de soja não transgénica, ou ainda Bolo de chocolate (3€).

Morada: Rua Vitor Cordon, 26, Lisboa
Telefone: 967 989 184

daTerra

Restaurante daTerra na Baixa, no Porto

O restaurante daTerra, na Baixa, é umas das várias sugestões de espaços no Porto onde pode comer pratos veganos. Pertence a uma rede, com vários outros restaurantes abertos noutras zonas do País, a ideologia é que “viver bem é viver da terra” e como tal, o veganismo impera na ementa. A imaginação é o acompanhamento em todos os pratos e as sobremesas não são exceção neste regime alimentar.

Para os almoços rápidos grab and go as sugestões são o hambúrguer de grãos e espinafres (6,50€) e o hambúrguer chilli (6,50€). Já nas sobremesas o conselho é que prove o Bolo de chocolate (3,50€) e a Tarte de coco (3,50). Nesta rede de restaurantes as refeições podem ser em regime buffet e o serviço take-away é sempre uma opção.

Morada: Rua de Mouzinho da Silveira, 249, Porto
Telefone: 910 348 711

Hungry Biker

Hungry waffles com topping de tzatziki (5,10€)

Este restaurante onde pode comer pratos veganos fica numa rua muito inclinada do Porto, a Rua das Taipas, mas nem por isso deixa de ser o local ideal para quem gosta de andar de bicicleta, ou defende que este é o melhor meio de transporte para conhecer uma cidade.

Hungry Biker assume-se como o sítio ideal para quem adora café, bicicletas e lanches saborosos, saudáveis e em conta. Com raizes fortes na natureza, a mobília é toda feita à mão e a playlist escolhida a dedo, para que o ambiente seja o mais “boa-onda” possível. Na ementa as opções começam com o waffle caseiro de cogumelos, espinafres, tomate, queijo local e molho de tzatziki (5,10€). Já nas tostas, a sugestão é a Fitness vegan (4,95€) com abacate, tofu, linhaça e espinafres. Quem não tiver bicicleta, há uma boa noticia: aqui eles têm para alugar.

Morada: Rua das Taipas, 68/72, Porto
Telefone: 927 174 181