setembro sem carne

Alimentação

Setembro Sem Carne. 5 receitas para quando faltar inspiração para cozinhar

Pode parecer realmente desafiante, mas há receitas que qualquer pessoa é capaz de fazer — e nem todas precisam de ingredientes estranhos.

Setembro é mês de outono, de dizer adeus às férias, de voltar à rotina e também de introduzir novos hábitos. E porque não assumir o compromisso e passar um mês sem comer carne, pelo bem do planeta? É esta a premissa do Setembro Sem Carne, uma iniciativa lançada em 2019 pelas nutricionistas Bárbara Oliveira e Ana Monteiro, que volta a acontecer em 2020.

A ideia é simples: passar todo o mês de setembro sem consumir carne e, idealmente, evitando qualquer produto de origem animal na alimentação. Em 2019, quando lançaram o desafio aos seus seguidores, convidaram outros nutricionistas, chefs e bloggers a partilharem algumas receitas com o objetivo de consciencializar para a desflorestação causada, principalmente, pela criação de gado e produção de soja alimentar. O movimento surgiu pouco tempo depois do início dos fogos que deflagraram na Amazónia e que ao longo de todo o ano, destruíram mais de 900 mil hectares da região.

Se começou a seguir este desafio e é a primeira vez que tem contacto com alimentação vegetariana ou vegana, é natural que por esta altura já esteja farto de comer sopas e saladas, especialmente se não se aventurou pela cozinha. As palavras “mandolina”, “processador de alimentos” e “levedura nutricional” podem parecer intimidantes, mas nada tema: é tudo bem mais fácil do que parece.

Deixamos-lhe cinco receitas para se inspirar a preparar alguns pratos para este setembro sem carne. Há opções para todas as refeições do dia, inclusive para aquele snack quando bate a fome a meio da tarde e lhe apetece comer alguma coisa doce, mas saudável. Tome nota das receitas.

Tâmaras recheadas com manteiga de amêndoa

Ingredientes

— 6 tâmaras Medjool
— 2 colheres de sopa de manteiga de amêndoa
— Pepitas de cacau cru q.b. (opcional)

Preparação

Abra as tâmaras ao meio, retire-lhes o caroço e recheie-as com a manteiga de amêndoa.

Se quiser, coloque as pepitas de cacau por cima e estão prontas a servir.

A receita é do livro “Eu Sei Como Ser Feliz” da Isabel Silva

Zoodles Asiáticos com molho de amêndoa

Ingredientes

(para o molho)
— 1 quarto de chávena de manteiga de amêndoa
— 1 quarto de chávena de amêndoas sem pele, demolhadas durante uma noite ou fervidas para amolecerem
— Um quarto de chávena de molho de soja
— Sumo de meio limão médio
— 1 colher de sopa de gengibre ralado
— 1 colher de sopa de açúcar mascavado
— 1 colher de sopa de óleo de sésamo
— 1 malagueta (ou a gosto)

(para os zoodles)
— 1 curgete
— 1 quarto de couve chinesa, branca ou coração, cortada em juliana fina
— 1 quarto de couve roxa, cortada em juliana fina
— 1 cenoura ralada
— 1 quarto de pimento vermelho, cortado em tiras

(para montar)
— 1 quarto de chávena de molho
— 2 colheres de sopa de folhas de coentros frescos
— 1 colher de sopa de folhas de hortelã picadas
— Uma pitada de sementes de sésamo, para guarnecer

Preparação

Para fazer o molho, coloque todos os ingredientes, menos a malagueta, num copo-misturador e triture com a varinha mágica até obter um creme. Pique a malagueta e incorpore com um garfo. Reserve.

Corte a curgete com o espiralizador, em espaguete fino, ou então com uma mandolina, em tiras finas.

Junte a curgete aos outros ingredientes numa taça e reserve.

Envolva os legumes crus no molho. Espalhe as ervas aromáticas e as sementes de sésamo por cima para decorar e tornar este prato ainda mais aromático. Sirva de seguida.

A receita é do livro “Ecoguia para mudar o mundo” da Maria de Oliveira Dias.

Triângulos de Polenta no forno

Ingredientes

— 1 chávena de polenta (sêmola de milho)
— Azeite q.b.
— 1 dente de alho
— Sal marinho q.b.
— Orégãos q.b.

Preparação

Aqueça o azeite com o alho ralado durante 1 minuto.

Adicione a água e a polenta, na proporção de 1 de polenta para 3 de água. Mantenha o lume em chama média e tempere com sal marinho. Cozinhe durante cerca de 15 minutos, mexendo sempre.

Desligue o lume quando a polenta absorver toda a água e começar a fazer pequenas bolhas (se ficar com grumos, passe com a varinha mágica).

Coloque a polenta num pirex retangular e ponha no frigorífico para arrefecer durante cerca de 30 a 40 minutos. Quando a polenta ficar sólida, corte-a em quadrados e, depois, nas diagonais para obter triângulos.

Disponha os triângulos num tabuleiro para ir ao forno. Pincele com azeite e finalize com orégãos a gosto e uma pitada de sal.

Leve ao forno a 180.º, durante cerca de 40 minutos, ou até os triângulos ficarem crocantes e dourados.

A receita é do livro “O Livro da Cozinha da Marta” da Marta Varatojo.

Mac N’Cheese

Ingredientes

— 500 gramas de massa cotovelos
— 350 gramas de batatas
— 135 gramas de cenouras
— 125 mililitros de água
— 2 colheres de sopa de levedura de cerveja
— 90 mililitros de azeite
— 1 colher de sopa de sumo de limão
— 1 colher de chá de alho moído
— 1 colher de chá de cebola moída

Preparação

descasque e corte as batatas e cenouras em tamanhos semelhantes. Leve-as ao lume numa panela com água a ferver e deixe cozer até ficarem tenras. Aproveite para cozer também a massa numa outra panela. Escorra-as e deixe arrefecer.

Coloque as batatas e as cenouras cozidas num processador ou liquidificador. Acrescente is restantes ingredientes — a água, a levedura de cerveja, o azeite, o alho, o sumo de limão, o alho moído, a cebola moída e ainda sal e pimenta.

Triture tudo até obter um “queijo” cremoso. Prove e retifique os temperos se achar necessário.

Verta o creme sobre a massa cozida e envolva bem. Sirva ainda quente. Pode também utilizar o queijo para fazer pizzas e lasanhas, por exemplo, ou como molho ou dia noutras receitas.

A receita é do livro “Vegan Fácil para Bem Receber” do Fábio Gomes.

Taças de chia e xarope de ácer

Ingredientes

— 500 mililitros de leite de amêndoa
— 2 colheres de sopa cheias de xarope de ácer
— 2 colheres de sopa de manteiga de amêndoa (se não comer frutos secos, pode substituir a manteiga de amêndoa por tahini)
— 2 colheres de sopa de sementes de cânhamo descascadas
— 2 colheres de chá de óleo de coco
— 2 colheres de chá de canela moída
— 2 colheres de chá de gengibre moído
— 10 colheres de sopa de sementes de chia
— Bagas e/ou sementes de girassol ou de abóbora para enfeitar

Preparação

Deite o leite numa taça e junte o xarope de acertar, a manteiga de amêndoa, as sementes de cânhamo, o óleo de coco e as especiarias. Misture muito bem até ficar uma pasta macia.

Adicione as sementes de chia e mexa.

Deite a mistura num frasco de vidro com tampa e deixe no frigorífico durante a noite ou, pelo menos, durante seis horas, para que solidifique e as sementes de chia comecem a expandir.

Pode perfeitamente colocá-la no frigorífico durante dois dias.

Deixe durante algum tempo à temperatura ambiente antes de comer e, se gostar, junte as bagas e sementes.

Dica: se a sua manteiga de amêndoa não for muito líquida, triture-a com o leite primeiro, antes de juntar as sementes de chia.

A receita é do livro “As Delícias de Ella — Todos os Dias” da Ella Woodward.