Alimentação

Kiwi com casca? Afinal, que frutas podemos e devemos comer sem descascar?

Maçãs, pêras e nectarinas tudo bem. Agora kiwis? Sim, há quem coma esta fruta com casca e, pelos vistos, só faz bem. Alé de evitar o desperdício, ingere uma dose extra de vitaminas. Além dos benefícios, descubra algumas receitas.

Há dois tipos de pessoas no mundo. As que descascam o kiwi por inteiro com uma faca e as que cortam o kiwi a meio e depois o comem com uma colher. Se calhar podemos dividir o mundo em três e acrescentar aquela ínfima parte da população que os come sem descascar. Sim, eles existem e, aparentemente, não estão errados.

E se lhe disséssemos que a casca do kiwi, bem como de outras frutas, pode ser comida? É mesmo verdade e quem nos confirma é a nutricionista Tatiana Pinheiro, que deixa bem claro se podemos comer outras frutas com casca além das maçãs e pêras.

“Sim, podemos. Pêssegos, nectarinas, ameixas, dióspiros comem-se bem com a casca”, revelou, acrescentando ainda outros exemplos ainda mais incomuns: “Nêsperas, kiwis e figos, ainda que a tendência seja descascar, também podem ser consumidos com casca”.

A verdade é que depois de saber isto fomos experimentar e eis o veredicto: sabe ao mesmo, não faz confusão, há menos desperdício alimentar e, melhor de tudo, dá menos trabalho — e não há como esconder que todos temos uma veia preguiçosa que adora conhecer um novo método menos trabalhoso.

A importância de consumir as cascas

A questão que se coloca é: ok, podemos comer, mas será que devemos? “Sempre que possível, devemos comer a fruta com casca, uma vez que é na casca que encontramos, regra geral, maior teor de vitamina A, C e fibras”, explica a nutricionista.

E dá o exemplo do abacaxi, cuja casca tem um teor de vitamina C superior à polpa. Já nos citrinos, como a laranja e o limão, “ainda que tirando a casca, devemos deixar a ‘película’ branca entre a casca e a polpa, também ela rica em fibras, um nutriente importante, quer no aumento da sensação de saciedade, quer na regulação do trânsito intestinal”, explica a nutricionista Tatiana Pinheiro.

Antes que se questione como é que podemos tirar proveito da casca do abacaxi e dos citrinos, revelamos alguns exemplos: com a casca pode fazer chá ou infusão e o limão pode ser utilizado por inteiro em limonadas e em doces. “Quanto a outras frutas, como a laranja e banana, hoje em dia já é possível encontrar várias receitas mas, sobretudo, de bolos — alimentos a ser consumidos moderadamente”, refere a nutricionista que deixa algumas receitas, mas quanto a essas já lá vamos.

Porque é que nos habituámos a consumir umas frutas com casca e outras sem?

Há quem nem questione ou pense na hipótese de comer uma maçã sem casca, mas já quando se fala num pêssego a ideia de consumir a casca com aquela textura semelhante ao veludo é impensável. Talvez seja precisamente esse contraste de texturas que tenha ditado os nossos hábitos.

“A casca é uma parte do fruto mais espessa e fibrosa, muitas vezes, pouco agradável a nível de textura (como o caso do kiwi) ou de paladar. A questão da origem do produto e higiene da casca, também é um factor que pode influenciar. Para além disso, acredito que as nossas escolhas alimentares são influenciadas também pelo nosso meio familiar. Se os nossos avós e pais comem kiwi sem casca, nós também o vamos fazer”, explica a nutricionista Tatiana.

Há ainda outro fator que pode ter influência no facto de se escolher comer fruta sem casca e nada tem que ver com gostos: “A casca da fruta pode ser desaconselhada, por exemplo, a pessoas que tenham problemas digestivos ou intestinais e que seja recomendado um aporte menor de fibra, ou a pessoas que tenham um problema de saúde que implique alguma restrição mineral”, explica, exemplificando o caso dos insuficientes renais crónicos.

O que fazer com as cascas não comestíveis diretamente?

Ambas são com cascas de abacaxi e são saudáveis, mas para agradar a gostos não tão “healthy”, a nutricionista também partilha uma receita menos saudável, mas que tem muito de sustentável. Tome nota.

Infusão com casca de abacaxi

  • Ferver cascas de um abacaxi com 1,5 litros de água
  • Opcional: juntar pau de canela e/ou hortelã à fervura. Pode também beber frio e adicionar a canela e hortelã posteriormente.

Sumo de Casca de Abacaxi

  • Ferver cascas de um abacaxi com 1,5 litros de água
  • Triturar tudo numa liquificadora ou processador de cozinha. Coar e servir.
  • Opcional: a Hortelã e a Canela também podem ser adicionadas, de forma a dar mais sabor.

Bolo de casca de banana

Ingredientes:

  • 2 chávenas (Cup) de casca de banana madura
  • 4 gemas
  • 4 claras batidas em castelo
  • 2 + 1/2 chávena de açúcar
  • 3 chávenas de farinha de trigo
  • 5 colheres de sopa rasas de margarina
  • 2 colheres de sopa de fermento em pó
  • Canela em pó para polvilhar

Modo de preparação:
Lavar bem as bananas em água corrente. Triturar no liquidificador as cascas de banana com 1/2 Cháv. (125ml) de água. Reservar. Na batedeira, colocar a margarina, a gema e o açúcar, e ir batendo até ficar uma massa homogénea. Misturar as cascas de banana batidas, a farinha e o fermento à mistura anterior. Por último, colocar as claras em castelo e polvilhar com a canela antes de ir ao forno. Levar ao forno num forma untada, durante 30 ou 35 min, a 180° (fazer o teste do palito).