Alimentação

Dos cogumelos aos nabos, saiba quais são os 8 vegetais menos calóricos

Os vegetais devem fazer parte da nossa alimentação e, apesar de uns serem menos calóricos do que outros, o segredo é variar. Uma nutricionista explica o porquê.

Bem sabemos que os vegetais são aquele tipo de alimento que devemos ter sempre presente nas nossas refeições. São ricos em vitaminais, minerais e fibra, e, por isso, essenciais para uma alimentação saudável e equilibrada.

As vitaminas e os minerais são fundamentais nos mais variados processos do nosso corpo. Cada um tem funções muito específicas e, por isso, é que é tão importante variar no consumo de alimentos fonte de vitaminas e minerais. Já a fibra, promove o bom funcionamento do trânsito intestinal, dando uma sensação de saciedade, reduzindo a absorção de gordura e colesterol e controla os níveis de açúcar no sangue”, explica a nutricionista Bárbara Oliveira à dobem.

Ainda assim, dentro deste grupo de alimentos há alguns menos calóricos do que outros, como é o caso da abóbora, alface ou cebola. “Todos estes vegetais são constituídos maioritariamente por água (mais de 90%) e têm uma quantidade interessante de fibra (0,7% – 2,6%) , contribuindo para o bom funcionamento do transito intestinal e ajudam a controlar os níveis de açúcar no sangue”, afirma a especialista. Mas o aconselhável é comer um pouco de cada, de forma a que o nosso corpo obtenha a maior variedade de vitaminas e minerais. O segredo é sempre variar.

“Cada alimento vai ser rico em determinados nutrientes, mesmo em processos de perda de peso, é importante comer também dos outros vegetais”, explica Bárbara Olivéria.

Saiba quais são os menos calóricos e conheça as propriedades de cada um deles.

Abóbora crua (11 kcal por 100g)

É rica em Vitamina A e carotenos, contribuindo para uma visão saudável, diferenciação celular, bom funcionamento do sistema imunitário e reprodutivo e crescimento ósseo.

Chicória crua (14 kcal por 100g)

A sua quantidade de fibra e água fazem da chicória um alimento que contribui para o bom funcionamento do trânsito intestinal e para o controlo dos níveis de açúcar no sangue. 

Rabanete cru (15 kcal por 100g)

Tem uma quantidade interessente de Vitamina C, contribuindo para uma visão saudável, diferenciação celular, bom funcionamento do sistema imunitário e reprodutivo e crescimento ósseo.

Aipo cru (15 kcal por 100g)

Tem altos valores de sódio e potássio, que participam no equilíbrio hídrico do corpo. Ajuda na absorção de alguns nutrientes, como a glucose. O potássio participa na condução dos impulsos nervosos, contribui para o normal funcionamento do sistema cardiovascular e participa no metabolismo dos hidratos de carbono, ajudando na regulação dos níveis de açúcar no sangue.

Alface crua (15 kcal por 100g)

Especialmente rica em folatos, é muito importante na divisão celular e consequentemente para o crescimento normal e bom funcionamento do sistema nervoso. Também rica em potássio, que participa na condução dos impulsos nervosos, contribui para o normal funcionamento do sistema cardiovascular e participa no metabolismo dos hidratos de carbono, ajudando na regulação dos níveis de açúcar no sangue.

Cebola cozida (18 kcal por 100g)

Tem uma grande quantidade de vitamina A, que contribui para uma visão saudável, para a diferenciação celular e para o bom funcionamento do sistema imunitário e reprodutivo. O sódio participa no equilíbrio hídrico do corpo e na produção dos impulsos nervoso. Ajuda ainda na absorção de alguns nutrientes, como a glucose.

Cogumelos crus (18 kcal por 100g)

Ricos em niacina (vitamina B3), participam nas reações que produzem energia. O potássio contribui para o normal funcionamento do sistema cardiovascular e no metabolismo dos hidratos de carbono ajudando na regulação dos níveis de açúcar no sangue. Tem também quantidades interessantes de fósforo que ajuda na produção de energia, na formação dos ossos e dentes e no transporte de oxigénio.

Nabo cozido (19 kcal por 100g)

Rico em sódio, contribui para o equilíbrio hídrico do corpo e participa na produção dos impulsos nervoso. Ajuda também na absorção de alguns nutrientes, como a glucose.